Vacarezza é acusado de receber até R$ 1 milhão para intermediar contrato com a Petrobras

| 18/08/2017 16:20:05

O ex- deputado federal pelo PT, hoje no PTdoB, Cândido Vaccarezza, foi preso em casa, em São Paulo, e encaminhado para a Superintendencia da Polícia Federal no Paraná, onde fica à disposição da Justiça.

 

A prisão faz parte da Operação Abate, 44ª Fase da Lava Jato, que investiga um esquema de desvio de recursos na Petrobras em que empresas apadrinhadas pelo ex-deputado eram beneficiadas em contratos com a estatal.