SEMINÁRIO

Seminário abordará 'Violência e Segurança Pública na Fronteira'

Jornalista Jonas Jozino | 19/11/2019 11:05:51

Evento conta com apoio da Ouvidoria Geral de Polícia e terá participação do comandante do Comando Regional de Cáceres, coronel PM José Nildo de Oliveira, que comandou o Gefron até o outubro deste ano

 

 Com foco na segurança pública da região de fronteira de Mato Grosso, o Núcleo Interinstitucional de Estudos da Violência e Cidadania (NIEVCi) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) realizará o Seminário “Segurança Pública e Violência”. O evento ocorrerá nos dias 10 e 11 de dezembro, nos Institutos de Ciências Humanas e Sociais (ICHS) e de Geografia, História e Documentação (IGHD).

A 10ª edição terá como tema principal “Violência e Segurança Pública na Fronteira Oeste do Mato Grosso – Brasil: tensões, conflitos e integração regional”. O evento conta com o apoio dos Programas de pós-graduação em Sociologia (PPGS), em Política Social (PPGPS) e Antropologia Social (PPGAS) e da Ouvidoria Geral de Polícia de Mato Grosso, vinculada à Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT).

A programação inclui minicursos e apresentação de trabalhos, cujas inscrições podem ser feitas até o dia 08 de dezembro. No dia 10, logo após a abertura, às 20h, será realizada mesa-redonda com o tema “Segurança pública na fronteira e integração regional”, que contará com a participação do comandante do Comando Regional de Cáceres, coronel PM José Nildo de Oliveira, que comandou o Grupo Especial de Segurança na Fronteira (Gefron), até o outubro deste ano.

“O Seminário tem como objetivo refletir sobre a questão da violência na fronteira do estado de Mato Grosso e temas transversais, como a questão da soberania de território, o espaço-território, a circulação de pessoas e mercadorias, os mercados (i) legais e como as cidades da faixa de fronteira sofrem os reflexos dessa problemática”, explica o coordenador do NIEVCi, professor Francisco Xavier Freire Rodrigues.

Serão abordados ainda os temas “Violência e conflitualidades”; “Fronteiras, tensões, conflitos e integrações”; “Criminologia e diretos humanos”; “Violência, gênero e emoções”, entre outros.

A programação completa pode ser conferida aqui. Mais informações para inscrição nas atividades e submissão de trabalhos podem ser obtidas na página do evento.