"Game of Thrones" retorna com cena de tirar o fôlego

Com a vingança de Arya Stark, “Game of Thrones” retorna para a sétima temporada mais forte do que nunca. Contém SPOILERS do episódio.

| 17/07/2017 15:10:04

Daenerys Targaryen (Emilia Clarke) finalmente retornou para Westeros em “Game of Thrones”. Na Pedra do Dragão, onde ela nasceu, a mãe de dragões passa pela sala do trono, analisa o local, mas não se dá ao trabalho de se sentar. Ela segue em frente e para, justamente, na sala de guerra, onde as batalhas são planejadas. E é lá que ela vai começar a traçar seu objetivo: conquistar o trono de ferro . Daenerys apareceu somente no final do primeiro episódio que marcou o retorno da série para o sétimo ano, mas foi suficiente para notar que ela nunca esteve tão decidida sobre o que fazer a seguir.

Divulgação

"Game of Thrones" retorna com a chegada de Daenerys Targaryen a Westeros

E Cersei Lannister (Lena Headey) sabe disso. A rainha dos sete reinos comenta, como o trailer já havia mostrado, sobre estar cercada por inimigos de todos os lados. E ela vai buscar um aliado em Euron Greyjoy (Pilou Asbaek), personagem que deve crescer nessa temporada de " Game of Thrones ". Eles conversam sobre unir suas forças para derrotar os inimigos, que incluem a família de Greyjoy, aliada a Daenerys. O primeiro episódio, aliás, foi permeado por conversas estratégicas. Além de Cersei, Jon Snow (Kit Harington) e Sansa Stark (Sophie Turner) planejam o ataque aos outros, Mindinho (Aidan Gillen) continua a manipular Sansa contra Jon, e Sam (John Bradley) busca aliados em sua missão de encontrar um meio de derrotar os zumbis de gelo.

É Sam, inclusive, que dá a deixa para o esperado encontro entre Daenerys e Jon, que deve acontecer na temporada. Ele descobre que na Pedra do Dragão há uma grande reserva de vidro de dragão, material que mata os Caminhantes Brancos. Ele imediatamente manda um aviso sobre sua descoberta para Jon Snow, que deverá ir ao encontro de Daenerys pedindo seu apoio para derrotá-los.

Cersei Lannister busca um aliado em meio a tantos inimigos no retorno de
Divulgação
Cersei Lannister busca um aliado em meio a tantos inimigos no retorno de "Game of Thrones"

Depois de tantos desencontros, todos parecem estar chegando ao seu destino final. Isso não significa que eles não tenham que fazer alguns desvios. Afinal, o inverno chegou, e com ele vieram os White Walkers, cada vez mais próximos de invadirem as terras para além da muralha.

Vingança

Se o episódio terminou com Daenerys planejando seu ataque, ele começou com Arya Stark (Maisie Williams - que só melhora no papel) colocando o seu em prática. Em busca de vingança por todos que destruíram sua família, ela começa pelos Frey, numa cena de tirar o fôlego, matando todos os representantes da casa. Depois, em uma conversa desnecessária com soldados da rainha (em uma aparição igualmente desnecessária de Ed Sheeran ), ela ainda comenta seu objetivo final: matar Cersei.

Mesmo sem ter um grande gancho como o início da temporada passada, onde era esperado o retorno de Jon Snow, “ Game of Thrones ” mostra mais uma vez porque é a maior série da atualidade. Personagens bem construídos estão por todos os lados, seja em uma pequena cena de Brienne (Gwendoline Christie) alertando Sansa sobre Mindinho ou Lyanna Mormont (Bella Ramsey) dando uma bela lição aos homens, seja nos dragões finalmente sobrevoando Westeros, ou Sandor Clegane (Rory McCann) entendendo o que está por vir, a série construiu muito bem suas fundações, para agora entregar suas cartadas finais. Faltam dois anos e 12 episódios para “Game of Thrones” chegar ao fim mas, se todos seguirem como foi o do último domingo (16), vai continuar tirando o fôlego a cada cena.

 

Fonte: IG Gente

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News