CUIABANA NO COMANDO

Primeira cuiabana a presidir o TRT de Mato Grosso toma posse nesta quinta

Solenidade também marca a posse do juiz Nicanor Fávero como desembargador do Tribunal

Redação 24 Horas News | 07/12/2017 09:01:30

A desembargadora Eliney Veloso toma posse nesta quinta-feira (07) como presidente do Tribunal Regional do Trabalho de Mato Grosso para o biênio 2018/2019. Ela será a primeira cuiabana a ocupar o cargo nos 25 anos de existência do TRT.

A cerimônia está marcada para as 19h30 e será realizada no plenário principal do Tribunal, localizado no Centro Político Administrativo, em Cuiabá, ao lado da Secretaria de Fazenda.

Além da presidente, a solenidade marca também a posse dos demais dirigentes da Corte trabalhista mato-grossense: como vice-presidente, o desembargador decano Roberto Benatar; como diretor da Escola Judicial, o desembargador João Carlos de Souza e, como Ouvidor do Tribunal, o desembargador Tarcísio Valente.

Eliney Veloso sucederá, a partir de 1º de janeiro de 2018, a desembargadora Beatriz Theodoro, de quem foi vice no período de 2016 a 2017. Ela ingressou no TRT de Mato Grosso pelo quinto constitucional, em vaga reservada ao Ministério Público do Trabalho (MPT). Sua posse como desembargadora foi em maio de 2013.

Natural de Cuiabá, a primeira desembargadora mato-grossense foi procuradora do trabalho entre os anos de 1997 e 2013, tendo exercido a chefia do MPT ao longo da carreira no órgão. Anteriormente foi procuradora do Estado, assessora jurídica no Tribunal de Justiça e advogada.

Posse desembargador

Na mesma solenidade de posse dos novos dirigentes também será empossado como desembargador do TRT o juiz Nicanor Fávero, nomeado ao cargo pelo presidente Michel Temer no último dia 23 de novembro. Ele irá ocupar a vaga do desembargador Osmair Couto, que se aposentou em agosto deste ano.

Natural de Ribeirão Preto (SP), Nicanor exerce a magistratura na Justiça do Trabalho mato-grossense desde 1993. Ele é oriundo do segundo concurso público para juiz realizado pelo TRT. Nesses 24 anos, o magistrado foi titular nas varas de Colíder e 1ª de Cuiabá. Em 2005, assumiu a 7ª Vara da Capital e, desde maio de 2015, atua como juiz convocado no Tribunal.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News