RECURSO GARANTIDO

Presidente da AL consegue recursos para investimentos na Orla da Alameda, em VG

Jornalista Jonas Jozino | 21/08/2019 06:43:52

  Licitação foi autorizada e obras de R$ 30 milhões deverão ser concluídas em 10 meses

Moradores de Várzea Grande renovaram as esperanças por mais opções de lazer e entretenimento. É que foi autorizada a licitação para as obras do Parque Bernardo Berneck e Orla da Alameda Julio Muller, ontem (19), na Prefeitura Municipal de Várzea Grande. Defensor ferrenho de investimentos na cidade, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), intermediou a luta jurídica até conseguir a dação do terreno para que o Parque Berneck passasse a pertencer ao município, tornando o sonho da população em realidade.

"Não é justo uma cidade do tamanho de Várzea Grande não ter um parque. É uma luta antiga nossa. A primeira briga foi para regularizar a área que não era pública. Então, conseguimos regularizar para depois passar para o projeto e, agora, abrir licitação para a construção. É um projeto da luta do povo de Várzea Grande junto com o deputado Botelho e demais vereadores. É uma satisfação muito grande estar aqui nesse momento", afirmou Botelho durante a cerimônia de autorização de licitação.

De acordo com o senador Jayme Campos (DEM), a expectativa é de que as obras sejam concluídas em 10 meses. "Aos poucos nossa Várzea Grande vai superando as dificuldades. É uma das poucas cidades brasileiras com tantos investimentos. Em 10 meses vamos entregar essas obras ainda na gestão da prefeita Lucimar. Quem ganhar a concorrência vai trabalhar 24 horas, como é lá no Fiotão", garantiu.

No total, serão investidos R$ 30 milhões, sendo R$ 15 milhões para cada uma. Para a orla, a construtora Ginko arcará com R$ 8,5 milhões, referente a dívida tributária, e o restante serão recursos próprios do município.

A prefeita de Várzea Grande, Lucimar Campos (DEM) destacou a iniciativa como importante investimento, que proporcionará opções de lazer, espaço de saúde preventiva e entretenimento.
Conforme o projeto, o parque será um dos maiores do Estado, com cerca 26 hectares de área e 527 vagas de estacionamento. Contará com sedes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente; da Polícia Ambiental; viveiro; estação de ginástica; playground; banheiros; bebedouros; praça de alimentação; anfiteatro ao ar livre; parque aquático; quadras poliesportivas; campos de futebol; mini autódromo; pista de skate e ciclovia.

O ex-governador Júlio Campos reconheceu a luta do presidente Botelho pela efetivação do empreendimento. "Botelho é militante defensor desse parque. Há dois aos já defendia, dava apoio", finalizou.