MÊS AMARELO

Prefeitura realiza palestras orientativas em alusão ao Maio Amarelo

Dentre as propostas estabelecidas, a Semob tem realizado intervenções nas escolas, onde realizará em junho o tradicional programa de Agentes Mirins, além de orientar pais sobre a correta condução de seus filhos dentro dos veículos.

Redação 24 Horas News | 19/05/2017 11:13:13

A Prefeitura de Cuiabá continua com a programação do Maio Amarelo. Desta sexta-feira 19 até segunda-feira, 22, as ações estão voltadas para paletras orientativas. As palestas vão abordar direção defensiva e condutas vedadas e permitidas para caminhoneiros no trânsito. Ambas serão destinadas para empresas que trabalham com transportes por meio de frotas.

“A Prefeitura quer envolver todas as esferas sociais na nossa programação, permitindo que o conhecimento alcance a população de forma geral. O trânsito envolve muito mais que motoristas, englobando também crianças, pedestres, motociclistas e ciclistas. Todos estamos direta e indiretamente ligados a isso e considerando esta premissa, o Maio Amarelo deve ser percebido em todos os âmbitos, por isso preparamos um vasto calendário”, afirmou Antenor Figueiredo, secretário municipal de Mobilidade Urbana.

Dentre as propostas estabelecidas, a Semob tem realizado intervenções nas escolas, onde realizará em junho o tradicional programa de Agentes Mirins, além de orientar pais sobre a correta condução de seus filhos dentro dos veículos.

“Estamos nas ruas entregando panfletos informativos, acompanhados do símbolo da campanha, bem como estamos intensificando algumas normas que já fazem parte da vida dos condutores, mas muitas vezes são esquecidas. Os pais estão sendo orientados quanto ao transporte adequado de seus filhos, considerando a legislação de trânsito e as regulamentações que discriminam a segurança na acomodação, conforme a idade. Estamos indo também à diversas empresas privadas, alertando os empresários e suas equipes sobre práticas que evitam acidentes de trânsito, principais transgressões Código de Trânsito Brasileiro e suas consequências. Nosso objetivo é agir preventivamente, gerando a cultura do respeito mútuo entre todos”, concluiu Figueiredo.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News