Prefeitura de SP confirma uma morte em incêndio na Favela do Cimento

Metrópoles | 24/03/2019 20:30:03

Incêndio é considerado criminoso e um suspeito foi preso. Reintegração de posse da área foi mantida para este domingo (24/3)

A prefeitura de São Paulo confirmou a morte de um homem no incêndio que atingiu a Favela do Cimento na noite desse sábado (23/3). A prefeitura não divulgou a identidade da vítima. O incêndio é considerado criminoso e um homem foi detido na madrugada deste domingo (24) suspeito de iniciar o fogo. Segundo a Polícia Civil, o homem detinha um galão plástico de 20 litros, vazio.

O incêndio teve início às 19h30. Foram necessárias 20 viaturas do Corpo de Bombeiros e 67 homens para controlar as chamas. A operação de reintegração de posse no local, mesmo com o incêndio, foi mantida para a manhã de domingo e, de acordo com a prefeitura, a maioria das famílias já havia deixado a área.

A prefeitura iniciou, pela manhã, os serviços de remoção, varrição e lavagem da área. A área pública no entorno do Viaduto Bresser, no bairro Mooca, estava ocupada há pelo menos cinco anos, segundo movimentos sociais de moradia. De acordo com a prefeitura da capital paulista, 215 pessoas moravam no local, sendo 66 crianças.

Jornalista: Agência Brasil