PM que matou mulher e amante se entrega por medo de represálias

FABIOLA TESTI | 09/10/2019 14:41:14

Lúcio Queiroz se escondeu em uma propriedade rural e recebeu informações de que poderia ser morto como vingança

REPRODUÇÃO/ FACEBOOK

O policial militar ambiental acusado de matar a mulher e o amante se entregou à polícia na última terça-feira (08/10/2019) por ter medo de que a família cometa alguma vingança contra ele. Segundo informações de O Dia, o crime aconteceu em Paranaíba, a 422 quilômetros de Campo Grande (MS).

De acordo com a defesa do homem, de 37 anos, identificado como Lúcio Roberto Queiroz, ele se escondeu em uma propriedade rural e recebeu informações de que poderia ser morto. A Justiça havia decretado na segunda-feira (07/10/2019) a prisão temporária do PM foragido.

Entenda o caso

O agente assassinou a mulher e o corretor de imóveis do casal, Fernando Enrique Freitas, 31, ao descobrir, por meio de prints de conversas, um suposto relacionamento entre os dois, no sábado (04/10/2019).

Lúcio foi armado à casa do amante da mulher e o assassinou. Depois, foi de carro até a casa da família e a matou na frente do próprio pai.

Jornalista:  FABIOLA TESTI

Fonte: Metrópoles