TRAGÉDIA DE MG

Morre 12ª vítima de ataque em creche de MG; professora de 23 anos

Jessica Morgana é a 12ª vítima do incêndio na creche Gente Inocente

Redação 24 Horas News/g1 | 05/12/2017 01:50:30

Morreu nesta segunda-feira mais uma vítima do incêndio na creche Gente Inocente, em Janaúba, no interior de Minas Gerais. A professora Jéssica Morgana, de 23 anos, estava internada na Santa Casa em Montes Claros e não resistiu às queimaduras. Ela é a 12ª vítima fatal do ataque à creche.

Duas vítimas continuam internadas na mesma unidade. Outras três pessoas continuam internadas em hospitais de Belo Horizonte, dois deles são considerados graves.

Ao todo, a tragédia de Janaúba fez 57 vítimas, incluindo mortos e feridos. No primeiro fim de semana após o ocorrido, 23 crianças e adultos tiveram alta hospitalar. Elas estavam internadas porque inalaram fumaça do incêndio e não chegaram a ter queimaduras graves.

Segundo informações da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, no horário do ataque havia 75 crianças e 17 funcionários na unidade escolar. Os feridos no incêndio foram socorridos em hospitais de Janaúba, Montes Claros e Belo Horizonte.


CRECHE GANHOU NOME DE PROFESSORA MORTA NO ATAQUE

A creche Gente Inocente, em Janaúba, onde um vigia ateou fogo em crianças e funcionários vai ganhar um novo nome quando for reaberta. A Prefeitura da cidade do Norte de Minas Gerais vai homenagear uma das vítimas do incêndio e mudará o nome da unidade para Helley de Abreu Silva Batista, a professora que sacrificou a própria vida para salvar boa parte das crianças e evitar que Damião Soares dos Santos, de 50 anos, fizesse mais vítimas. O vigia também colocou fogo em si mesmo e morreu cinco horas depois no hospital.

 


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News