OPORTUNIDADE

IFB abre 150 vagas remanescentes para cursos gratuitos

SARA ALVES | 07/01/2018 11:05:26

Os cursos técnicos são nas áreas de eventos, hospedagem, informática e programação de jogos digitais

FELIPE MENEZES/METRÓPOLES

O Instituto Federal de Brasília (IFB) está oferecendo mais uma chance para quem tem o ensino médio e quer fazer cursos profissionalizantes totalmente gratuitos e à distância neste primeiro semestre de 2018. Há mais de 150 vagas remanescentes para cursos técnicos subsequentes e cursos de formação inicial e continuada (FIC). As inscrições são por ordem de chegada nos registros acadêmicos dos campi, no horário das 8h às 14h.

Os cursos técnicos são nas áreas de eventos, hospedagem, informática e programação de jogos digitais, ofertados pelos campi Brasília, Estrutural, Gama, Riacho Fundo, São Sebastião, Taguatinga e Recanto das Emas (antigo Taguatinga Centro). As aulas serão gratuitas e têm duração de três semestres (um ano e meio).

Também há algumas vagas para fazer cursos de formação inicial e continuada na modalidade à distância nos campi Recanto das Emas e Planaltina.

Há uma vaga para operador de câmera (noturno) e quatro para o curso de operador de gravação e edição de áudio (noturno) no campus Recanto das Emas – cada curso tem 400 horas/aula. No campus Planaltina estão sendo ofertadas duas vagas para o período matutino e oito para o período vespertino do curso de programador de sistemas (200 horas/aula).

Os interessados podem procurar os respectivos campi do IFB até o dia 16 de janeiro, entre 8h e 14h. As vagas serão preenchidas por ordem de chegada. Para participar os candidatos devem apresentar no ato da matrícula documento de identificação válido e com foto; certidão de nascimento ou casamento; comprovante de quitação eleitoral; certificado ou histórico escolar de conclusão do ensino médio; duas fotos 3×4 idênticas e recentes; CPF; comprovante de residência com CEP e certificado de reservista ou de dispensa de corporação, para maiores de 18 anos do sexo masculino.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News