Ibaneis não vai recorrer de decisão do STF sobre reajuste de servidor

Francisco Dutra | 12/06/2019 11:05:10

A declaração foi dada nesta quarta-feira. O Supremo deverá julgar nesta quinta pagamento da terceira parcela vencida desde 2015

As atenções do Governo do Distrito Federal (GDF) estão todas voltadas ao Supremo do Tribunal Federal (STF). A corte deverá julgar nesta quinta-feira (13/06/2019) se o Estado deve ou não pagar o reajuste salarial aos servidores públicos prometida, em 2013, pela então gestão de Agnelo Queiroz (PT). O governador Ibaneis Rocha (MDB) disse que, caso a decisão seja favorável aos trabalhadores, não vai entrar com nenhum tipo de recurso.

“É um assunto que se discute há um bom tempo no DF. O STF vai julga-lo para dar segurança jurídica, que é o que todos nós buscamos. Se sair favorável aos servidores, vou ter o compromisso de ajustar as contas para cumprir a decisão judicial”, declarou o emedebista, na manhã desta quarta-feira (12/06/2019), logo após dar início às obras de reforma da Ponte do Bragueto.

Distrito FederalGDF suspende 3ª parcela de reajuste a servidores após decisão do TCUBuriti tenta reverter sentença do Tribunal de Contas da União, mas já prevê cortes em todas as áreas para preservar salários e serviços

Jornalista: Francisco Dutra