Governo sofre tripla derrota: na Câmara, no Senado e no Supremo

Agência Estado | 12/06/2019 18:35:21

Decreto de armas, extinção de órgãos colegiados e reforma da Previdência ficam ameaçadas após perdas desta quarta

O presidente Jair Bolsonaro viu três de suas principais medidas neste início de governo ameaçadas nesta quarta-feira (12/06/2019). No Senado, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) aprovou projetos para derrubar o decreto de armas.

Enquanto isso, no Supremo Tribunal Federal (STF), a maioria dos ministros decidiu suspender ao menos parte do decreto do governo Bolsonaro que prevê a extinção de órgãos colegiados como conselhos, da administração pública federal.

Também saiu perdendo na proposta da reforma da Previdência. O relator da PEC na Câmara, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), retirou Estados e municípios do seu relatório, o que reduz a economia prevista pelo Ministro da Economia, Paulo Guedes.

JustiçaMaioria do STF barra decreto de Bolsonaro que extingue conselhosCom o placar em cinco votos favoráveis contra quatro contrários, o presidente da Corte, Dias Toffoli, pediu vistas

Jornalista: Agência Estado