PROTESTO

Estudantes da UFMT realizam ato contra corte do MEC nesta quarta-feira

Redação 24 Horas News | 15/05/2019 09:32:27

Em relação aos cortes de recursos na universidades públicas, a mobilização que acontecerá em Cuiabá será em conjunto entre o Diretório Central dos Estudantes (DCE), do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação (Sintuf-MT), da Associação dos Docentes (Adufmat - Seção Sindical) e da administração da UFMT.

Cuiabá está na rota dos protestos de estudantes universitários contra a decisão do Ministério da Educação de cortar em 30% o orçamento da Educação. Alunos da Universidade Federal de Mato Grosso vão realizar nesta  quarta-feira um protesto na Praça Alencastro, em Cuiabá. Professores da rede estadual de ensino também estão de braços cruzados, contra o descaso do governador Mauro Mendes (DEM) em não aceitar dar aumento à categoria neste ano.

 Em relação aos cortes de recursos na universidades públicas, a mobilização que acontecerá em Cuiabá será em conjunto entre o Diretório Central dos Estudantes (DCE), do Sindicato dos Trabalhadores Técnico-Administrativos em Educação (Sintuf-MT), da Associação dos Docentes (Adufmat - Seção Sindical) e da administração da UFMT.

  “Os cortes de verbas não intimidaram a comunidade universitária, pelo contrário, criaram um clima de unidade em defesa da educação pública. Por isso, os atos deste 15 de maio ganham tamanha expressão: reivindicamos a recomposição imediata de todo orçamento bloqueado”, explica um sindicalista.

 “O orçamento é importante para a manutenção da UFMT como instituição capaz de prestar serviços importantes para a sociedade, tanto no âmbito da formação, quanto naquilo que se propõe a fazer nas áreas de pesquisa e extensão”, afirma a Pró-Reitora de Assistência Estudantil, professora Erivã Garcia Velasco.