SE LIVROU DA CONSTIPAÇÃO

Depois de anos de constipação, jovem tem 76 centímetros de intestino retirado

'Pensei que poderia explodir a qualquer momento', disse o médico que operou o chinês; rapaz foi diagnosticado com Doença de Hirschsprung

ig | 13/06/2017 07:55:07

Na última semana a equipe médica de Xangai, no Leste da China, recebeu um paciente bastante inusitado. Um rapaz, que teve o nome preservado, de 22 anos, deu entrada no hospital com fortes dores causadas por constipação.

 

Ao ser examinado, o Dr. Yin lu reparou no tamanho da barriga do chinês que “parecia ser de uma grávida”. Para o médico, o intestino do homem estava tão dilatado que a impressão era que a qualquer momento ele iria explodir.

Com mais cautela, foi diagnosticado que o paciente sofria de uma condição conhecida como Doença de Hirschsprung (DH), que causa constipação severa, que acontece quando há o aumento do cólon por conta de uma obstrução intestinal, e pode fazer com que a pessoa acumule fezes por um longo período.

Cirurgia

De acordo com os cirurgiões, para chegar a este estágio, é provável que jovem tenha nascido com essa condição.


Para reverter a situação, que é mais comum em recém-nascidos, a equipe de cirurgiões liderada por Yin lu precisou remover 76 centímetros do intestino grosso do rapaz em uma operação que durou três horas. Ao final, foram eliminados o equivalente a 13 quilos do homem.

A condição significa que os nervos que controlam as entranhas, e ajudam a espremer e relaxar para empurrar as fezes não estão funcionando. A suspeita é que o paciente, tratado no 10º Hospital do Povo de Xangai, começou a perceber a progressão da doença ainda quando criança, mas sem ajuda médica, ele passou a depender de remédios e laxantes para poder evacuar e forçar seus movimentos intestinais durante anos.

Doença de Hirschsprung

De acordo com os exames, o caso impressionava, já que o jovem parece ter passado meses – se não anos - com fezes presas em uma seção de seu cólon. Os especialistas confirmam que ele tenha nascido com a Doença de Hirschprung.

Essa condição afeta cerca de um em cada cinco mil recém-nascidos em todo o mundo. Geralmente é diagnosticado em bebês e crianças nos primeiros dias de vida, e causa constipação severa que pode levar a uma infecção intestinal perigosa, chamada enterocolite se não for tratada no início.

Conheça alguns sintomas em recém-nascidos

• Não conseguem evacuar dentro das primeiras 48 horas;

• Possuem a barriga inchada

• Começam a vomitar um fluído verde (bile)

Em lactentes e crianças mais velhas, os sinais incluem:

• Barriga inchada e dor de barriga

• Constipação persistente que não melhora com o tratamento usual

• Não se alimenta bem ou ganha muito peso

Se uma criança desenvolver enterocolite, há também a chance de apresentar alta temperatura e diarreia aquosa ou com mau cheiro.

Ao perceber algum desses sintomas em seus filhos, um médico deverá ser consultado.

Leia também: Prisão de ventre pode ser vencida com pequenas mudanças de hábitos

 


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News