NA CADEIA

Defaz prende advogado que seria um dos mentores da quadrilha que fraudava ICMS em MT

Jornalista Jonas Jozino | 09/10/2019 08:48:12

A operação visa as prisões de um advogado e outras pessoas, entre elas fazendeiros e até contadores que estariam praticando fraudes no ICMS, provocando prejuízos ao fisco mato-grossense.

A operação “Fake Paper”, que está sendo realizada nesta quarta-feira por agentes da Delegacia Fazendária (Defaz), em Cuiabá e outras cidades de Mato Grosso, não se restringe a prisões, buscas e apreensões apenas em Cuiabá. Segundo um delegado que participa da operação, equipes da delegacia estão realizando prisões também nas cidades de Barra do Bugres, Sorriso, Canarana, Campo Novo do Parecis e Juína.

A operação visa as prisões de um advogado e outras pessoas, entre elas fazendeiros e até contadores que estariam praticando fraudes no ICMS, provocando prejuízos ao fisco mato-grossense.

Segundo o delegado, as apreensões são de documentos que mostram a fraude em todas as regiões onde acontecem a operação desta quarta-feira.

Ele confirmou ainda que o advogado, com residência em Cuiabá e que seria um dos mentores da quadrilha já está preso e nas dependências da Defaz, onde deverá ser ouvido no início da tarde. “Ele foi preso em sua residência e enquanto parte dos agentes realizavam buscas e apreensões na residência e em seu escritório, outra equipe o conduziu para a delegacia”, disse o delegado, que confirmou que mais outras duas pessoas já foram presas em Cuiabá.