Comando Regional de Sinop inicia ano com redução de 46% em roubos

| 23/02/2018 16:05:12

O comandante geral da Polícia Militar, coronel Cunha, fez visita de orientação técnica esta semana na região e falou de ações estratégicas e integração

SD Elias/PMMT

Na área do 3º Comando Regional de Polícia Militar, com sede em Sinop (a 480 km de Cuiabá), a segurança pública registrou queda significativa nos índices de violência em 2017. Nessa região que abrange 10 municípios e formam a Região Integrada de Segurança Pública 3, a redução média no número de roubos foi de 31%.

O comandante lembrou que a tendência, por questões econômicas e do próprio crescimento das cidades, seria de aumento das estatísticas criminais. Todavia, destacou ele, 2018 começa apresentando índices ainda menores em relação a 2017.

Nas duas maiores cidades do 3º CR, Sinop e Sorriso (135 mil e 85 mil habitantes, respectivamente), por exemplo, entre 1º de janeiro e 21 de fevereiro o número de roubos caiu 46% e 19%, respectivamente.

Esta semana o comandante geral da Polícia Militar, coronel Marcos Vieira da Cunha, fez visita de orientação técnica ao 3º CR. Cunha atribuiu essa queda ao planejamento estratégico, investimentos, integração das forças e comprometimento dos policiais.

Cunha assistiu uma explanação das atividades de segurança feita pelo comandante regional, coronel Valter Razera, e reuniu-se com policiais. Depois o comandante discorreu sobre policiamento, ações estratégicas, efetivo, armamento, reestruturação, capacitação e ascensão na carreira. Também esclareceu e sanou dúvidas do efetivo e, principalmente, fez elogios aos policiais pelo empenho à redução dos índices de violência.  

Nesse encontro o comandante foi acompanhado do secretário adjunto de Integração Operacional da Segurança Pública, coronel Jonildo José de Assis, do subchefe de Estado Maior da PM, coronel Henrique Corrêa da Silva Santos e de oficiais das diretorias de Gestão de Pessoas, Planejamento Operacional e Estatísticas e da Corregedoria.

Cunha disse que entre os objetivos das visitas técnicas estão levantar demandas e acompanhar o trabalho realizado no interior, além de estreitar as relações com a tropa. Na análise dele, sair do gabinete e aproximar-se do efetivo facilitam a tomada de decisões.

No Comando Geral da PM há quase 8 meses, Cunha já fez cerca de 40 visitas a unidades do interior. Este ano, Sinop é a segunda viagem de orientação técnica dele. Outras visitas já estão agendadas.  

O subchefe de Estado Maior da PMMT, coronel Henrique, explicou que a proposta da visita técnica é orientar e padronizar as ações visando maior qualidade dos serviços prestados à população.  

Para o coronel Razera, mesmo com índices decrescentes e empenho evidente dos policiais na prevenção e repressão à criminalidade, como ocorre nos municípios que compõem 3º CR, ter a presença e receber elogios do comandante geral são fatores que aumentam ainda mais a motivação da tropa. “Sabemos o quanto o reconhecimento é importante”, frisou Razera.

Comando Regional

A estrutura de policiamento do 3º CR e formada por três unidades em Sinop(um Batalhão, duas companhias, além do Pelotão de Força Tática), um Batalhão em Sorriso, pelotões em Cláudia, Vera, Feliz Natal e Nova Ubiratã, além de núcleos em Santa Carmem, União do Sul, Boa Esperança do Norte e Ipiranga do Norte. 



 

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News