CONFESSOU NO APLICATIVO

Assassino de empresária disse em mensagem para amigo que a matou por sofrer pressão

Jornalista Jonas Jozino | 15/09/2019 13:43:45

Pouco depois ele teria parado a moto em algum lugar, ainda nas proximidades e mandado a mensagem ao amigo, confirmando que tinha matado a namorada, dizendo que ela fazia muitas cobranças e que tinha mandado ele ir embora e que o namoro havia acabado.

Valdir Gomes de Lima, 49 anos, acusado de ter matado sua namorada, a empresário Maria Lúcia Lustosa Sabino, 48 anos, dona de um posto de gasolina, em Várzea Grande, deixou uma mensagem, via WhastApp a um amigo onde confirmou que matou a namorada após ter recebido muitas cobranças dela. Na mensagem, ele afirma que iria se matar.

O corpo de Maria Lúcia foi encontrado na tarde de sábado dentro de sua residência, um apartamento no bairro Jardim Aeroporto, em Várzea Grande. Mas, pelo estado cadavérico, a Polícia Militar acredita que ela tenha sido assassinada entre a noite de sexta-feira e a madrugada de sábado. O suposto assassino foi visto deixando o prédio por volta das 3 horas da madrugada em uma moto vermelha.

Pouco depois ele teria parado a moto em algum lugar, ainda nas proximidades e mandado a mensagem ao amigo, confirmando que tinha matado a namorada, dizendo que ela fazia muitas cobranças e que tinha mandado ele ir embora e que o namoro havia acabado.

A Polícia Civil ainda procura o assassino. Não se sabe ainda se ele teria cumprido a promessa de se matar.