DIREÇÃO PERIGOSA

Alcoolizada, empresária atropela duas crianças em Cuiabá e foge

Maurício Cruvinel | 24 Horas News | 16/04/2018 10:10:37

A mulher se apresentou na delegacia mais tarde e disse que fugiu por medo de ser linchada no local.

Foto: Reprodução

Um atropelamento envolvendo duas crianças na Avenida 8 de Abril, bairro Porto em Cuiabá, foi registrado na noite de domingo,15.

As Informações são de que a condutora do veículo identificada por R.C.Z., 48 anos, fugiu logo depois de se envolver no acidente, e tentou se esconder no condomínio Residencial Ipiranga II.

O acidente aconteceu por volta das 18h:30, quando a empresária que estava em um Ford Fiesta, tentou fazer um retorno na Avenida José Feliciano de Figueiredo e acabou atropelando as duas crianças.

Feridas, as crianças foram socorridas e encaminhadas ao Pronto Socorro de Cuiabá.

Ao perceber a gravidade do ocorrido, a mulher que é instrutora de Pilates, resolveu fugir do flagrante tentou se esconder no condomínio citado acima.

Apavorada, a acusada não se atentou ao fato de que as testemunhas teriam visto toda a cena e denunciaria seu paradeiro.

Depois que a denúncia chegou ao conhecimento das autoridades, duas viaturas foram designadas para ir até o endereço informado, uma da polícia civil e outra da PM, onde se depararam com a porta fechada, intrigados que a suspeita pudesse estar escondida no interior do apartamento, os policiais resolveram arrombar a porta do local, mas ninguém foi encontrado em casa.

Horas mais tarde, a acusada se apresentou na central de flagrantes e se identificou como a responsável pelo acidente contra as crianças, e informou ao delegado que só fugiu do local por medo de ser linchada pelos populares presentes.

Submetida a um teste de bafômetro, foi constato que a empresária havia ingerido bebida alcóolica, onde o resultado foi de 0,12 mh/l, número este bem acima do permitido.

Devido aos fatos apresentados, a mulher foi autuada por direção perigosa e lesão corporal, e caso será acompanhado pela Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran).

O atual estado de saúde das vítimas não foram informados.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News