FEMINICÍDIO

Agente penitenciário de MT mata a esposa a tiros no Distrito Federal

Redação 24 Horas News | 21/05/2018 22:18:14

A vítima, Márcia Cristina Fernandes da Silva, tinha 37 anos e morreu na hora. Após o crime, o suspeito fugiu

Uma mulher de 37 anos foi morta a tiros pelo próprio marido após uma briga entre o casal na noite deste domingo (20) em Formosa, no Entorno do Distrito Federal. De acordo com a Polícia Civil (PC), o suspeito é o agente prisional de Mato Grosso, Rosimar Brandão Ferreira Dias, de 43 anos, que é companheiro da vítima. Ele fugiu após o crime.

Segundo a PC, o filho do casal chegou em casa com a namorada e percebeu que os pais estavam brigando. Ele relatou que pegou o irmão que estava na sala e sua namorada e os levou para o quarto. Em seguida, o filho pediu para que o pai se acalmasse, mas ele teria respondido que estava apenas resolvendo alguns problemas. O rapaz voltou para o quarto, momento em que escutou vários disparos de arma de fogo.

Os tiros acertaram a vítima, Márcia Cristina Fernandes da Silva, de 37 anos. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas foi constatada a morte da mulher no local.

De acordo com a PC, após o crime o agente penitenciário teria corrido em direção ao seu veículo, uma Hyndai Tucson, de cor prata, e teria pedido para que o filho abrisse o portão. O rapaz , contudo, abriu a porta do carro e conseguiu tomar o revólver do pai, que saiu correndo atrás dele.

Ainda segundo a corporação, o filho disparou por quatro vezes no chão e teria mandado o pai ir embora. O suspeito então entrou no veículo e fugiu.

O Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) esteve no local para ouvir as testemunhas e levantar as informações para tentar localizar o suspeito. Foi realizada a perícia no local e, posteriormente, o corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Formosa. (Com ÉmaisGoiás)


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News