Manchester City vira sobre o Burnley e avança na Copa da Inglaterra

| 06/01/2018 14:10:03

Manchester City sofreu no primeiro tempo, mas contou com dois gols de Aguëro e goleou após intervalo. Time não chutou no alvo na etapa inicial

O Manchester City sofreu muito na primeira etapa contra o Burnley, pela Copa da Inglaterra, mas se recuperou após o intervalo. O Burnley saiu na frente com Barnes, mas os citizens viraram com dois gols de Aguëro, um de Sané e outro de Bernardo Silva e se classificou para a quarta fase da competição.

Leia também: Coutinho fecha com Barcelona e será apresentado na segunda, revelam jornais

Sané atuando pelo Manchester City contra o Burnley
Twitter/Reprodução
Sané atuando pelo Manchester City contra o Burnley

O Manchester City pressionava no início da partida, mas não criava grandes oportunidades. Enquanto isso, o Burnley se limita a se defender e sair com chutões.

Entretanto, a primeira chance clara foi da equipe do Burnley, aos 17 minutos. Depois de escanteio cobrado na segunda trave, o zagueiro Mee subiu e conseguiu tocar a bola para a pequena área. No entanto, o atacante Barnes furou a conclusão e não empurrou para o fundo das redes. Por pouco o time visitante não abriu o placar.

Depois da chance, o Burnley mudou a postura. Começou a pressionar o City no campo de ataque e dificultar a saída de bola. Mesmo assim, foi em mais um chutão que o Burnley abriu o placar, e foi com o próprio Barnes, aos 23 minutos.

Depois do chutão do goleiro Pope, Vokes ganhou no alto e deu uma casquinha para trás. O zagueiro Stones estava sozinho e tentou afastar o perigo, mas acabou se atrapalhando, furou a bola e ela acabou sobrando para Barnes. O atacante inglês saiu sozinho na cara de Bravo e só teve o trabalho de tirar do goleiro para abrir o placar no Eithad Stadium.

Depois de sofrer o gol, o City não mudou a postura e continuou mantendo a posse de bola e tentando quebrar a retranca do adversário, mas sente muita falta do seu pruncipal assistente da temporada, o belga Kevin de Bruyne.

Mesmo com 74% de posse de bola, o time de Pep Guardiola não conseguiu finalizar nenhuma vez no alvo e terminou o primeiro tempo sem fazer o goleiro Pope trabalhar. Foram 9 chutes para o City, todos fora do gol, contra apenas dois do Burnley, sendo apenas um com direção, justamente o que tirou o zero do placar.

Leia também: Estudo diz que Manchester City é o clube mais poderoso do mundo financeiramente

O City voltou melhor para o segundo tempo, mas ainda sem conseguir finalizar no alvo. E logo na primeira finalização correta, saiu o gol de empate. Aos 10 minutos da etapa complementar, Gündogan aproveitou uma distração da zaga do Burnley, cobrou falta rapidamente e deixou aguero cara a cara com o goleiro Pope. O argentino não disperdiçou a chance, chutou forte e igualou o placar em Manchester.

O gol pareceu ter tirado a concentração dos visitantes. Apenas dois minutos depois, o próprio Gündogan recebeu pelo passe dentro da área, e, mesmo de costas para o gol, conseguiu lindo passe de calcanhar para Agüero. O atacante teve a frieza de driblar o goleiro e empurrar para o gol vazio. Dois passes do alemão e dois gols do argentino em apenas dois minutos. Virada do Manchester City na volta da segunda etapa.

Incrivelmente foram três gols em apenas três finalizações corretas até o momento na partida. Todos os chutes que foram no alvo balançaram as redes. Péssima tarde para os goleiros.

Aos 16 minutos, mais uma boa chance do time de Manchester. O brasileiro Danilo recebeu pela direita e tentou chutar cruzado. O goleiro Pope tentou segurar a finalização rasteira, mas deu rebote praticamente na pequena área. Sané se antecipou a zaga, mas a tentativa saiu por cima. Quase o alemão amplia a vantagem.

Entretanto, não demorou muito para o próprio Sané deixar o dele. O ponta tabelou com David Silva e saiu livre pelo lado esquedo da área. Com um leve toque cruzado, o jogador venceu Pope e encaminhou a classificação dos citizens.

Mas isso não foi o placar final. Aos 35, o goleiro Pope teve que ir até o limite da sua área para impedir mais uma finalização de Sané. O alemão foi esperto, driblou o arqueiro e apenas rolou para Bernardo Silva. O portugês que havia entrado apenas 4 minutos antes, no lugar de Aguëro, tocou para o gol vazio e confirmou a classificação do Manchester City.

Leia também: Roberto Firmino é acusado de racismo na Inglaterra e pode pegar gancho pesado

Com o resultado, o Manchester City manteve a sua invencibilidade em competições nacionais no ano. e se classificou para a próxima fase da Copa da Inglaterra sem precisar de uma partida extra.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News