LIBERTADORES

Botafogo vence o Atlético Nacional e avança às oitavas da competição

Glorioso contou com mais um gol de Rodrigo Pimpão para eliminar o atual campeão e jogar a próxima rodada apenas para buscar a liderança do grupo

Redação 24 Horas News | 18/05/2017 22:53:02

Mais uma noite de luta, mais uma noite recompensada. Após a derrota na rodada anterior, o Botafogo venceu o Atlético Nacional (COL), ontem, pela Libertadores. Com o 1 a 0 no Estádio Nilton Santos, o Glorioso eliminou o atual campeão, se garantiu nas oitavas de final e vai buscar, agora, a liderança do grupo 1.

Como esperado, o time da casa começou pressionando. Logo aos dois minutos, Pimpão deixou Camilo de frente para o gol. O passe para Roger foi melhor ainda. Com o goleiro já no chão, o camisa 9 mandou a bola na trave. Chance desperdiçada de maneira impressionante.

Aos poucos os visitantes foram equilibrando a posse de bola. Nova chance de perigo demorou. Rodrigo Lindoso chegou a fazer um gol, aos 14, mas Roger, que fizera o pivô para o volante, estava impedido. A luta contra a linha de impedimento foi durante toda a primeira etapa.

Díaz, num chute rasteiro, preocupou a torcida alvinegra aos 27. Mas Gatito só precisou olhar. Ibarguen, aos 33, finalizou também sem força. O Atlético criou mais que o Botafogo até o fim do primeiro tempo, embora sem tanta direção.


No início da segunda etapa, o filme da primeira se repetiu, mas a efetividade alvinegra foi bem diferente. Aos cinco minutos, numa jogada bem tramada, Rodrigo Lindoso lançou Rodrigo Pimpão. O chute cruzado foi inapelável, e abriu o placar.

O feito fez com que o Atlético – eliminado já com o empate – precisasse se arriscar. Os contragolpes eram alvinegros: aos 15, Pimpão gerou novo perigo. Só que Armani espalmou o chute de fora da área.

Os colombianos não conseguiam ser efetivos, enquanto o Glorioso, do outro lado, se aproximava do segundo gol. Aos 31 minutos, Guilherme driblou o goleiro, mas não acertou o chute. No escanteio subsequente, Carli fez a bola raspar na trave.

Apesar da necessidade de fazer dois gols, a equipe de Medellín não conseguia ser mais perigosa do que havia sido, por exemplo, na segunda metade do primeiro tempo.

O resultado foi um Botafogo que, mesmo com um gol de vantagem, tinha mais a bola. Faltava a precisão no último passe, mas ela nem foi necessária até o apito final.

Fim de jogo e o Botafogo saiu nos braços da torcida, classificado para as oitavas de final da principal competição do continente.

FICHA TÉCNICA:
BOTAFOGO 1 X 0 ATLÉTICO NACIONAL (COL)

DATA/HORA: 18/5/17, às 21h45
LOCAL: Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
ÁRBITRO: Victor Carrillo (PER)
AUXILIARES: Coty Carrera (PER) e Jorge Yupanqui (PER)
GOL: Rodrigo Pimpão, 5'/2ºT

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Emerson, Carli, Igor Rabello e Victor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, João Paulo e Camilo (Dudu Cearense, 41'/2ºT); Rodrigo Pimpão (Gilson, 36'/2ºT) e Roger (Guilherme, 21'/2ºT) - Técnico: Jair Ventura.

ATLÉTICO NACIONAL (COL): Armani, Bocanegra, Cuesta, Henríquez e Díaz; Ramírez (Ruiz, 16'/2ºT) e Arias; Quiñones (Nieto, 35'/2ºT), Macnelly Torres e Ibarguen; Moreno - Técnico: Reinaldo Rueda.

Fonte: LANCE!

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News