Não quero ser só bunda, diz Suelen Vaz sobre Miss Bumbum 2017

A morena, natural de Paraty, no Rio de Janeiro, é mãe, esposa, microempresária e decidida: perder a chance de ser a Miss Bumbum 2017 parece estar bem longe de seus planos; confira nossa entrevista com a gata

| 15/06/2017 04:10:04

“Eu não quero ser só bunda. Se eu posso usar meu bumbum pra ficar famosa e ajudar outras pessoas, que é o meu objetivo, eu vou usar sim”. Foi mais ou menos assim que o papo foi ganhando corpo quando a candidata Suelen Vaz , que está na corrida para conquistar o título do Miss Bumbum 2017 , conversou com o iG Gente . Fazendo questão de evidenciar todo o tempo que suas maiores qualidades são o altruísmo e a solidariedade, Suelen falou sobre como muitas dificuldades contribuíram para que ela chegasse bem pertinho de realizar um sonho. “Todo mundo tem um história triste com um final feliz”, diz.

Miss bumbum
Divulgação
Miss bumbum

Determinada e decidida, Suelen Vaz já sabe muito bem o que fazer caso o título de Miss Bumbum 2017 seja seu. Mesmo tendo consciência de que a fama traz para a vida algumas responsabilidades e demandas um pouco diferentes do que a rotina costuma trazer, o desejo que domina o coração da candidata é usar os holofotes para o bem. “Eu quero mostrar pras pessoas que nem toda a mulher que tem bundão é fútil, vazia e interesseira. Meu único e principal objetivo é ajudar as pessoas”, revela. “Eu quero usar a fama para incentivar pessoas. O poder que a fama tem sobre as pessoas é muito grande. Eu acho que o mundo precisa disso. A gente não pode só querer aparecer e nada fazer pra sociedade. Eu não quero ser só isso. Eu não sou só isso. Acho que esse é meu diferencial”, termina.

A vontade genuína de ajudar as pessoas está presente na vida de Suelen não é de hoje. O que explica o desejo de ajudar e, literalmente, fazer o bem sem ver a quem, caso a fama conseguida com o título de Miss Bumbum venha a servir como um trampolim para isso, vem desde muito tempo atrás angariando muitas boas ações que tranquilizam a mente de Suelen ao deitar a cabeça no travesseiro.

Entre as voluntariedades realizadas por ela, estão doação de cabelo e, principalmente, de sangue. “Há 11 anos atrás, desempregada, vi uma matéria na TV sobre doação de sangue e pensei: ‘Poxa, eu preciso fazer uma coisa pra ajudar alguém e me sentir melhor’. Pedi dinheiro pra minha prima só pra ir até Angra e doar. Depois disso, nunca mais parei de doar, até hoje. E incentivo as pessoas a doarem, faço campanha”, conta. “Eu sinto que preciso fazer mais pelas pessoas. Hoje, com a situação que eu tenho, que é melhor, olho a minha volta e tenho essa percepção de perceber que alguém que passa por mim talvez precise de ajuda”, finaliza.

Suelen é microempresária, mãe e esposa. Além de ser completamente apaixonada por sua família, a morena também conseguiu fundar seu próprio negócio. “Hoje eu tenho meu próprio negócio. Trabalho há 11 anos com flores e há 4 eu tenho uma loja. Na época, eu trabalhava em uma e saí, e vim abrir em Angra. Pesquisei bastante e com o dinheiro que eu saí da loja, mais um pequeno empréstimo que eu peguei consegui abrir”, diz. “Minha floricultura é um ponto de referência, já conquistei meus clientes. Isso é muito gratificante”, finaliza.

Miss Bumbum

“Eu tô muito nervosa, ansiosa, feliz, meu coração tá disparado. Eu sou assim, emotiva, choro a toa”, relata Suelen, com a voz embargada e aos risos ao mesmo tempo durante o bate-papo com o iG Gente . Além da emoção, para Suelen , a notícia de que ela está entre as selecionadas para candidatas ao título de Miss Bumbum 2017 também foi um choque e tanto. “Quando me ligaram, eu achei que era um trote. Não acreditei. Devem ter achado que eu era louca. Depois fui conversando e aí eu entendi”, brinca.

Suelen Vaz é candidata do edição de 2017 do concurso nacional Miss Bumbum
Divulgação
Suelen Vaz é candidata do edição de 2017 do concurso nacional Miss Bumbum

Ainda que para crer no alcance de pelo menos parte do sonho tenha sido difícil para a floricultora e microempresária de 31 anos, com a família e os amigos a recepção foi completamente diferente: todos receberam a notícia de braços abertos e sem julgamentos. “Meu marido me conheceu sabendo que eu sempre quis ser famosa e me apoiou. Eu fiquei mais feliz, mais segura, me senti mais confiante... De saber que ele e minha família inteira estão me apoiando. Aqui na minha cidade a torcida também é muito grande”, revela.

“As pessoas me chamam de miss, me dão parabéns, me chamam de guerreira [...]  As pessoas que me conhecem já sabem que eu sou assim. Mas me perguntam: qual a reação do seu marido? Ele me apoia, não tem ciúme, é super seguro. Mas às vezes surgem alguns comentários querendo me diminuir, questionando porque escolheram ‘justo a mim’”, complementa. “Eu não sou a mais bela de todas, a perfeita, mas tenho meu valor e meu diferencial”, termina.

Ganhar concurso parece estar nos planos de Suelen , mas perder não é uma ideia ainda muito madura na cabeça da candidata . No entanto, se acontecer, ela já deixou evidente que desistir de eventuais boas oportunidades, inclusive no meio empreendedor, não é algo que ela cogita fazer. “Penso em crescer mais ainda.. Não pretendo desistir do empreendedorismo”, conta. “Vou continuar me voltando mais pras causas nobres. Pro resto da minha vida vai ser assim. Se for pra ser, vai ser. É a oportunidade que eu tô tendo”, completa.

A trajetória de Suelen Vaz

No auge de seus 31 anos, Suelen Vaz se define com três simples palavras: altruísta, solidária e humilde. A carioca, natural de Paraty, município do Rio de Janeiro, demorou muito para se mudar para outro lugar que não fosse essa pequena cidade litorânea. Moradora de Angra dos Reis atualmente, a morena batalhou e não foi pouco para chegar onde está. Hoje, a morena pode estar vivendo num momento estável e gratificante, mas nem sempre foi assim.

Suelen Vaz é candidata do edição de 2017 do concurso nacional Miss Bumbum
Divulgação
Suelen Vaz é candidata do edição de 2017 do concurso nacional Miss Bumbum

Ser candidata do concurso Miss Bumbum 2017 é o ápice da alegria para Suelen, mas há alguns anos atrás não era esse clima feliz que dominava seus dias. Ao ter o primeiro filho com apenas 16 anos e ter que se virar sozinha para sustenta-lo, a morena batalhou e não foi pouco. Trabalhar de domingo a domingo em empregos que transitavam entre atendente de padaria e faxineira definiam bem a rotina desgastante e exaustiva que Suelen levava. “Tinha que ganhar dinheiro porque nunca tive tanto, venho de uma família humilde. Quando eu fui mãe nova passei muita dificuldade”, relata.

Mas, como costuma ser na vida no geral, tudo de ruim tem algo de bom. No caso de Suelen , foram justamente as grandes dificuldades que a tornaram o ser humano empático que é hoje. Nesse sentido, a candidata do Miss Bumbum 2017 parece ter plena convicção de que os obstáculos da vida apenas fazem com que as pessoas fiquem mais fortes e melhores – acreditando, também, que é desse tipo de gente que o mundo precisa. “Eu acho que o mundo precisa disso. A gente não pode só querer aparecer e nada fazer pra sociedade. No mundo a gente deixa de olhar muitas coisas que tão debaixo do nosso nariz e aí não fazemos nada pelo próximo. Eu quero usar a fama pra mudar isso”, diz.

 

Fonte: IG Gente

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News