SERÁ NA SEXTA-FEIRA

Museu de História Natural inaugura cenário alusivo ao cotidiano do homem na pré-história

Redação 24 Horas News | 16/04/2019 06:21:30

O monumento é uma representação do período que corresponde aos últimos 10 mil anos de evolução. Estão instaladas no lago estátuas de barro alusivas ao paleoíndio.

O Museu de História Natural Casa Dom Aquino inaugura na próxima sexta-feira (26.04), a partir das 16h, um novo cenário representativo do homem pré-histórico, composto por um bio lago com cascata, rochas naturais e peixes silvestres da bacia do Rio Cuiabá.

O monumento é uma representação do período holoceno, que corresponde aos últimos dez mil anos de evolução. Para melhor retratar a época, foram instaladas no lago, estátuas de barro alusivas ao paleoíndio, em tamanho real, esculpidas pelo artista plástico Junne Fontenele.

“São cinco estátuas em tamanho real: dois polidores de machado, os homens, e três ceramistas, as mulheres. Também tivemos a preocupação em fazer a oxigenação da água da maneira mais natural possível, com plantas, para melhor elucidar o cotidiano do homem da pré-história”, detalha Suzana Hirooka, coordenara do Museu de História Natural Casa Dom Aquino.

 

Foi no período holoceno que surgiu a domesticação das plantas, ou seja, quando se inicia o cultivo das roças de mandioca, milho e outras plantas comestíveis. Com essa atividade vieram algumas inovações tecnológicas como a cerâmica e o machado polido.

“Com 200 m², esse cenário exprime bem aquele momento. Além de homens, mulheres e crianças representados por estátuas, expomos materiais arqueológicos que compões a paisagem, como amoladores naturais de machados e panelas de barro do Xingu”, adianta Hirooka.

Construída em 1842, às margens do Rio Cuiabá, a Casa Dom Aquino era chamada de Chácara Bela Vista. Foi consagrada como “Casa Predestinada” por ter sido moradia de dois ilustres mato-grossenses: Joaquim Duarte Murtinho e Dom Francisco de Aquino Corrêa.