INAUGURAÇÃO

Museu Casa Dom Aquino reinaugura nesta segunda-feira com nova ala da exposição permanente

Jornalista Jonas Jozino | 04/10/2019 10:21:06

Depois de passar por importantes reformas estruturais, o Museu de História Natural Casa Dom Aquino reabre ao público nesta segunda-feira (07.10), a partir das 9h, com entrada franca.

Máscaras indígenas waurá passam a integrar a exposição permanente do Museu Casa Dom Aquino, agora com café, loja de artesanatos e nova reserva técnica

Depois de passar por importantes reformas estruturais, o Museu de História Natural Casa Dom Aquino reabre ao público nesta segunda-feira (07.10), a partir das 9h, com entrada franca.

Entre as novidades, além da exposição permanente que ganha uma nova ala de máscaras indígenas waurá, o espaço agora conta com um aconchegante café, loja de artesanatos e uma importante reserva técnica, espaço construído para armazenamento de peças que não estão em exposição.

 

“Este ano tem sido muito produtivo para o processo museológico do Estado. Apesar de tantas dificuldades, estamos reestruturando os museus salvaguardados pela Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, priorizando exposições e reestruturações. Já estamos com quase todos os museus do Estado em pleno funcionamento, recebendo exposições coletivas, individuais e exposições nacionais”, comemora Allan Kardec, secretário da Secel.

O evento de reabertura do Museu apresentará aos visitantes a nova ala de máscaras indígenas waurá, confeccionadas durante a festa Atujuwá, um importante ritual indígena do povo waurá, presente no Parque Indígena do Xingú.

“Estamos muito felizes com essa nova ala da Casa Dom Aquino. As máscaras foram doadas ao Museu pela Archaeo Pesquisas Arqueológicas e a exposição patrocinada pelo Grupo Terna Brasil”, explica Jonilken da Silva Almeida, educador patrimonial da Casa Dom Aquino.

História

A Casa Dom Aquino foi construída em 1842 na beira do rio Cuiabá e abriga desde 2006 o Museu de História Natural Casa Dom Aquino, apresentando para toda população uma exposição permanente de arqueologia e paleontologia.

Com fósseis de animais já extintos, as peças da exposição permanente representam a evolução biológica por meio das eras geológicas e arqueológica e artefatos produzidos pelo homem desde a pré-história até os dias atuais.

 

“Os principais itens do acervo são os fósseis da preguiça e tatu gigante, dinossauros, animais marinhos e peças cerâmicas produzidas por nossos antepassados”, aponta Jonilken.

Com um amplo acervo distribuído entre a exposição aberta ao público e itens salvaguardados cuidadosamente na reserva técnica, o Museu de História Natural Casa Dom Aquino é gerenciado pelo Instituto Ecossistemas e Populações Tradicionais (ECOSS) juntamente com a Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Mato Grosso e tem como parceiros o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Ministério da Cultura, Grupo Terna e as Usinas Hidrelétricas (UHE) Sinop e São Manoel.