Mulheres que treinam demais param de menstruar. Verdade ou mito?

BRUNA NARDELLI | 20/09/2019 11:25:47

Especialista explica se é possível ter o ciclo interrompido pela pratica excessiva de exercícios físicos

GETTY IMAGES

Fiquei sete meses sem menstruar devido a minha rotina de treinos”, declara a atleta fisiculturista Yasmin Barroso, 25 anos. Assim como ela, diversas mulheres têm seus ciclos interrompidos pela prática intensa de exercícios físicos. Mas será que isso é normal?

Segundo Karina Tafner, especialista em endocrinologia ginecológica e reprodução humana pela Santa Casa, sim. “A prática intensa de atividade física pode, de fato, levar a amenorreia (ausência de menstruação)”, afirma a especialista.

Esse fenômeno ocorre porque o excesso de endorfina, liberado pelo corpo durante os treinos, diminui a produção dos hormônios responsáveis pela ovulação. “A condição acomete mais as pacientes que praticam exercícios intensos do que os de longa duração. Isso pois a endorfina é liberada mais vigorosamente durante esportes de alto impacto”, complementa a médica.

A ausência do ciclo menstrual, quando não causada por uma patologia, não tem impacto à saúde das mulheres, ao menos que elas queiram engravidar. Se esse é o seu caso, a solução para reverter o quadro é simples: diminuir a intensidade do treino e manter o peso ideal.

Jornalista:  BRUNA NARDELLI

Fonte: Metrópoles