"LEI DO RETORNO"

Jovem que deu surra em mendigo, é encontrado e torturado

| 15/12/2017 19:14:51

Com uma bicicleta, agressor rodeava o mendigo para dar socos no rosto da vítima

Reprodução

Traficantes de uma comunidade que não foi identificada quiseram mostrar que a "Lei do Retorno" existe e deram uma lição em um homem que começou a agredir um mendigo por pura diversão. Dois vídeos estão circulando em grupos do Facebook e mostram os dois momentos.

No primeiro, um rapaz que está com uma camiseta verde começa a cercar e dar socos no rosto de um morador de rua, que parece também ter problemas psicológicos. Depois, fazendo justiça com as próprias mãos, criminosos divulgaram as imagens do homem amarrado, levando uma punição por mexer com alguém que não estava fazendo mal a ninguém. 

A primeira gravação, que já havia sido compartilhada antes e que pode ter sido a causadora da revolta dos bandidos, tem cerca de 1 minuto e 15 segundos. "Hoje eu tô com paciência", afirma um homem que grava toda ação no momento em que o grupo localizou um morador de rua em uma praça. Logo no início, o rapaz de camiseta verde aparece em cima de uma bicicleta e começa a cercar o mendigo, dando tapas no pescoço do homem. Enquanto isso, os outros dão risada da situação. 

"Tá ouvindo não, p*rra?", afirma o agressor ao morador de rua, que não tem qualquer reação. "Qual foi irmão?", começa a perguntar o mendigo, que não está no seu melhor estado mental. Assim que o homem faz a pergunta, o agressor larga a bicicleta e aproxima-se do morador de rua. Quando o agressor com a bicicleta se afasta, outro homem, com uma camiseta preta, dá um chute no mendigo e manda ele sair dali. 

"Eu apanhei porque bati em um mendigo", é com essa fala que a segunda gravação, que tem cerca de 30 segundos, começa. Os bandidos que gravaram quiseram mostrar que deram uma lição em um dos agressores. Amarrado e com uma placa no corpo, os traficantes fazem o jovem repetir a frase. 

Nas redes sociais, muitas pessoas gostaram da "Lei do Retorno". No entanto, outras comentaram que o jovem deveria ser preso e lidar com as autoridades.  

Fonte: News365

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News