"Foi brutal e violento", diz suposta vítima de Chris Brown; cantor nega acusação

IG Gente | 22/01/2019 19:50:02

A jovem de 24 anos, em entrevista a uma revista francesa, falou sobre a noite em que teria sido violentada pelo astro e mais dois homens. Cantor segue preso

A jovem que acusou Chris Brown de estupro deu mais detalhes sobre a noite em que teria diso violentada pelo cantor, seu amigo e segurança para a revista francesa Closer. A entrevista traz alguns trechos da mulher idenficada como Karima, que retrata que o cantor a arrastou para um armário do hotel, a atacou brutalmente e violentamente por meia hora. Chris foi preso nesta terça-feira (22) pela polícia francesa em Paris, na França, e está detido até o momento. 

De acordo com a publicação, a mulher contou que estava na suíte de Chris Brown no Mandarin Oriental Hotel, em Paris, no dia 16 de janeiro, com outros amigos e mais 15 meninas, usando maconha e cocaína, quando o artista agarrou seu braço enquanto ela ia ao banheiro e a fez entrar em uma espécie de closet. "Ele fechou a porta...durou de 25 a 30 minutos", completando dizendo que ainda é difícil explicar em detalhes o que aconteceu. 

"Ainda é muito difícil explicar em detalhes o que ele fez comigo. Mas foi brutal e violento. Ele era agressivo e me ameaçava. Eu estava com muito medo. Após o estupro, a mulher disse que gostaria de ter seu celular de volta e ir embora. No entato, segundo o relato, um dos amigos de Chris apareceu e ela pensou que ele estava ali para levá-la para caso, mas, o rapaz a levou para um quarto, tranvou a porta e a abusou sexualmente. O guarda-costa do cantor também foi citado e Karima também o acusa de estupro. 

"Tudo que eu queria era ir para casa. Eu estava com tanto medo", disse Karima. "Eles eram três homens fortes, agressivos e ameaçadores. Não havia nada que eu pudesse fazer", completa. 

A mulher disse que coseguiu explicar para o astro aos prantos que precisava ir embora porque tinha aula no dia seguinte. O cantor devolveu seu celular e logo após ela foi embora e fez a denúncia alguns dias depois do acontecimento. 

"Eu não queria que eles fizessem a mesma coisa com outras garotas", explicou. "Chris Brown é o tipo de pessoa que acha que eles estão acima da lei, mas não. Eu vou até o final. Ser abusada três vezes na mesma noite por três homens diferentes. É insuportável viver", completou a mulher. 

Detino nesta terça-feira (22) em Paris, na França, após ser acusado de estupro, uma fonte próxima ao astro disse ao TMZ que Chris não estava sozinho com a mulher, sua namorada, Ammika Harris, também estava presente entre as mais de 20 pessoas que estavam com o cantor enquanto ele tocava música. 

Através do perfil oficial do Instagram, a equipe de Chris Brown compartilhou a mensagem se defendendo das acusações: "Quero deixar bem claro que isso é falso e um monte de m*rda. Nunca! Isso é muito desrespeitoso à minha filha e família, e vai contra meu caráter e minha moral". 

Fonte: IG Gente