Conheça 5 sedãs que merecem aplausos, mas não são vendidos no Brasil

| 23/02/2018 14:35:15

Além de SUVs interessantes, sedãs de várias categorias deixam lacunas em nosso mercado. Veja quais são na lista

Nossa lista sobre os SUVs que poderiam ser vendidos no Brasil deu o que falar. Utilitários esportivos como Ford Kuga, Hyundai Kona e Nissan Qashqai estão entre os modelos que europeus podem comprar, mas não vemos nem sombra por aqui. Mas saiba que, infelizmente, isso não acontece apenas com SUVs compactos. Se você não curte aderir às modinhas, e prefere um dos sedãs, saiba que as fabricantes disponibilizam vários modelos lá fora que também não são vendidos no Brasil. Acompanhe a lista e descubra quais são.

LEIA MAIS: Peruas muito legais que não são vendidas no Brasil

1 - Toyota Avensis Saloon (a partir de R$ 85 mil no Reino Unido)

Toyota Avensis: sedã vendido na  Europa tem estilo arrojado, bom acabamento e mecânica eficiente. Mas está longe do Brasil
Divulgação
Toyota Avensis: sedã vendido na Europa tem estilo arrojado, bom acabamento e mecânica eficiente. Mas está longe do Brasil

A Toyota tem uma opção interessante entre os sedãs Corolla e Camry na Europa. O belo Avensis ocupa o segmento de sedãs médio/grandes, junto do Ford Fusion. Sua versão base traz praticamente tudo que a versão top do Corolla integra, com alerta de colisão e sete airbags. Entretanto, pasmem: o carro não tem vidro elétrico nas janelas traseiras na versão básica Active. Para isso, você teria que comprar a versão Business que é £ 4 mil mais cara.

O Avensis é vendido com três opções de motor: 1.8 a gasolina de 147 cv, 1.6 diesel de 112 cv e 2.0 diesel de 143 cv. Ele parte de £ 18.905, podendo chegar às £ 25.760 (R$ 116 mil) na versão topo de linha Excel. Apesar de integrar o portfólio da Toyota da Inglaterra, o Avensis na versão sedã sumiu recentemente do site da marca em Portugal.

2 - Alfa Romeo Giulia (a partir de R$ 123 mil nos Estados Unidos)

Alfa Romeo Giulia: nem precisa dizer muito, né? O sedã de estilo bastante ousado inspira esportividade pelas ventas
Divulgação
Alfa Romeo Giulia: nem precisa dizer muito, né? O sedã de estilo bastante ousado inspira esportividade pelas ventas

Entre todas as coisas que invejamos os europeus, essa é a que mais pega no coração. O Alfa Romeo Giulia é um dos carros mais encantadores do velho continente, rivalizando com Mercedes-Benz Classe C, Audi A4 e BMW Série 3 - todos vendidos no Brasil.

LEIA MAIS: SUVs muito legais que não são vendidos no Brasil

Apesar de ser muito bem equipado, o objetivo do Alfa Romeo Giulia é ser passional. Seu motor 2.0 sobrealimentado entrega 280 cv de potência, que fazem o italiano endiabrado acelerar de 0 a 100 km/h em 5,1 segundos. Detectores de ponto-cego, alerta de colisão e sistema Q4 de tração integral deixam a experiência a bordo mais segura. Tem também a versão Quadrifoglio, com motor V6 2.9, de 510 cv, e 61,2 kgfm de torque.

3 - Opel Astra (a partir de R$ 95 mil na Alemanha)

Opel Astra: equivale ao Cruze. Mas o modelo da marca alemã, agora do Grupo PSA, tem linhas mais arrojadas
Divulgação
Opel Astra: equivale ao Cruze. Mas o modelo da marca alemã, agora do Grupo PSA, tem linhas mais arrojadas

Na prática, este é o irmão europeu do nosso Chevrolet Cruze. Com pacote completo, o Opel Astra integra alerta de colisão, reconhecimento de sinais de trânsito e indicador da distância de segurança para o carro da frente. Está disponível em versões a gasolina, com motor de 150 cv, e diesel, com 10 cv a mais.

Os faróis dianteiros com lâmpadas de xenônio dão um ar mais descolado para o belo sedã. Os países mais frios podem se beneficiar do aquecimento de bancos e volante. Além, é claro, do mesmo serviço Chevrolet OnStar que a GM disponibiliza no Brasil, com sistema de concierge completo.

4 - Volkswagen Arteon (a partir de R$ 140 mil na Alemanha)

Volkswagen Arteon: sedã mais sofisticado da marca alemã, chegou para entrar no lugar do mal sucedido Phaeton
Divulgação/Volkswagen
Volkswagen Arteon: sedã mais sofisticado da marca alemã, chegou para entrar no lugar do mal sucedido Phaeton

Alguém nos escritórios da Volkswagen achou que seria uma boa ideia que a marca tivesse uma opção mais em conta para o Audi A8. Não há no mundo um sedã da Volkswagen que seja mais luxuoso que o Arteon. Ele é exclusivo da Europa, e aposta no design e na conectividade para cativar o público.

Ele está disponível em dois pacotes: Elegance e R-Line. sendo que o segundo é algumas centenas de euros mais caro. O mesmo motor 2.0 TSI, que equipa o Golf GTI, se faz presente nas duas versões. Entretanto, ele foi recalibrado, saltando dos 220 cv de potência para 280 cv. A configuração permite que o Arteon acelere de 0 a 100 km/h em 5,6 km/h. Julgando o preço da linha premium da Volkswagen atualmente, o sedã dificilmente seria vendido no Brasil por menos de R$ 200 mil.

5 -Peugeot 301 (a partir de R$ 43 mil no Chile)

Peugeot 301: feito com a mesma base do 208 , o carro nunca será vendido por aqui, mas seria uma opção interessante
Divulgação
Peugeot 301: feito com a mesma base do 208 , o carro nunca será vendido por aqui, mas seria uma opção interessante

Achou que a lista ficou muito cara com o Arteon? Conheça então o Peugeot 301, sedã no mesmo segmento de Nissan Versa e Chevrolet Cobalt. E nem precisamos ir tão longe para encontrá-lo, pois nossos hermanos argentinos e chilenos podem comprá-los oficialmente nas concessionárias Peugeot.

LEIA MAIS: Custos de carros! Comparamos os valores de Brasil e Estados Unidos

Importado da Espanha, o sedã vem como o nosso conhecido 1.6  de 115 cv. O projeto chegou a ser cogitado no Brasil em meados de 2012, mas a marca acabou descartando os planos. Seria um rival e tanto em um segmento dominado pelo Cobalt, não?



Fonte: IG Carros

ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News