UNIÃO 300

''Casamento Social 300'' será realizado no mês de agosto

Redação 24 Horas News / | 07/06/2019 17:13:49

O evento é uma realização da Prefeitura de Cuiabá, por meio de uma iniciativa da primeira-dama Márcia Pinheiro

Vicente Aquino

O prefeito Emanuel Pinheiro e a primeira-dama Márcia Pinheiro lançaram na tarde desta quinta-feira (06), o Casamento Social Cuiabá 300 Anos. Ao todo serão 300 casais que desejam regularizar o estado civil e não têm condições de arcar com as despesas financeiras. No ato do lançamento, foi assinado entre a Prefeitura de Cuiabá e o Cartório do 3º Serviço Notarial da Comarca de Cuiabá, o Termo de Parceria para realização de ato, por meio de uma cerimônia coletiva.

Satisfeita com o reconhecimento dos inúmeros parceiros que estão contribuindo para transformar o sonho desses casais em realidade, a primeira-dama fez questão de destacar de que sem esse apoio não seria possível realizar um evento desse porte. “Com esse lançamento, agora passamos para a etapa das inscrições para que o Cartório 3º Serviço Notarial e Registral das Pessoas Naturais de Cuiabá possa fazer a avaliação das documentações exigidas. Faz-se lembrar de que os interessados devem procurar as unidades dos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo de suas residências”, declarou a primeira-dama Márcia Pinheiro.

O prefeito Emanuel Pinheiro endoçou tamanha satisfação de poder realizar essa grande ação social. “Posso até ser chamado de prefeito casamenteiro, pois tenho o prazer de fazer valer a importância da união e da família. No entanto, vale ressaltar que esse não é um evento do prefeito nem da primeira-dama, mas sim de toda população. É mais um presente de aniversário do Tricentenário da Capital”, destacou. Cada casal terá o direito de convidar cinco pessoas para participar da cerimônia.

Representando o Tribunal de Justiça de Mato Grosso, a juíza Edleuza Zorgetti disse que o casamento melhora e muito a questão da cidadania. “Tenho certeza que muitos casais que já vivem a muito tempo juntos só não oficializaram por conta das questões financeiras. Parabenizo a iniciativa da primeira-dama em poder proporcionar esse grandioso evento”, declarou.  

Com mais de 120 mil casamentos e 12 mil comunitários em seu currículo profissional, a juíza de Paz Vera Conceição Fernandes fez questão de dizer que apesar de muitas pessoas considerarem que casamento dentro da lei é coisa do passado, ela garante que ainda nos dias de hoje, as pessoas casadas são bem mais respeitadas. “Não há o que se discutir. Já estabeleci muitas relações e para nós a união civil é a mais importante de todas, pois se trata da formação da família. Com a concretização da união, o casal tem consigo um documento de união, a certidão oficial do casamento”, justificou Vera Fernandes.

Durante o processo de realização, o projeto oferecerá curso de formação, em que os casais recebem orientações sobre diversos temas, incluindo a importância das relações familiares para a formação de seus membros, afetividade e sexualidade, planejamento familiar e a saúde da família. Além ainda das roupas, maquiagens, fotografia, convites e até as alianças. “Estou muito feliz em poder fazer parte de um momento tão especial e importante como esse. Para nós é um imenso orgulho participar doando as alianças, sendo esse a peça principal dessa lida história de 300 casais que sonham em oficializar o matrimônio”, disse a representante da Mon Bijoux, Fairuz Montazolli.

Num ambiente totalmente preparado, os presentes puderam ter uma noção da cerimônia que será realizada no dia 03 de agosto, no Hotel Fazenda mato Grosso, às 17 horas.