Cadela é morta e enterrada no caixão da dona após pedido em testamento

Ataide de Almeida Jr. | 22/05/2019 15:35:08

A família cumpriu o pedido da mulher e a enterrou com o animal. De acordo com eles, a morta era muito apegada ao cachorro

O ato de uma família deixou a cidade de Chesterfield, Virgínia, Estados Unidos, em choque. Uma cadela da raça shih tzu, perfeitamente saudável, foi sacrificada após a dona dele ter deixado explícito no testamento que, ao morrer, o animal deveria também ser morto e colocado dentro do caixão para que “descansassem em paz”.

Após a morte da dona, Emma, como era chamada a cachorrinha, foi para o Abrigo de Animais de Chesterfield. Os donos do local não queriam permitir que o executor do testamento levasse Emma para o sacrifício. “Sugerimos que ele poderia fazer qualquer outra coisa com o animal. Podíamos ter encontrado outro lar para ela”, disse Carrie Jones, dona do abrigo, ao canal NBC.

No entanto, em 22 de março, o representante da morta, foi ao abrigo e recolheu a cadela. Logo depois, Emma seguiu para uma clínica veterinária e a eutanásia foi feita. Mais tarde, levaram Emma ao crematório. As cinzas dela foram colocadas no caixão da dona.

Além da questão ética de matar um animal sem a necessidade, a legislação do estado da Virgínia proíbe que animais sejam enterrados em caixões.

Jornalista: Ataide de Almeida Jr.