APRESENTAÇÃO EM CUIABÁ

Banda Disaster Cities toca no Overdrive Festival no dia 25 de maio

Redação 24 Horas News | 16/05/2018 10:31:05

Prestes a completar um ano de estrada, a Disaster Cities – formada por Matheus Andrighi, Rafael Panegalli, Ian Bueno e Vinícius Cripa – vem surpreendendo o público e a crítica especializada ao apresentar uma sonoridade mística e autêntica, que transita com naturalidade entre o rock dos anos de 1970 e 1990

Eles atravessam gêneros musicais, se transmutam em criatividade e estarão bem ao seu lado no dia 25 de maio. Formada na conexão entre Chapecó (SC) e São Paulo (SP), a banda Disaster Cities já adianta o recado em forma de canção: "nos encontraremos num lugar onde não há escuridão". E é no palco do Overdrive Festival, na ensolarada Cuiabá, que o grupo pretende trazer consigo um novo e bravo coração rock'n'roll que pulsa ao som do stoner-doom-grunge-alternativo.

 

Prestes a completar um ano de estrada, a Disaster Cities – formada por Matheus Andrighi, Rafael Panegalli, Ian Bueno e Vinícius Cripa – vem surpreendendo o público e a crítica especializada ao apresentar uma sonoridade mística e autêntica, que transita com naturalidade entre o rock dos anos de 1970 e 1990. Faixas como "Brave New Heart", "Heartbroken Robot", "Right Next to You", "Death Blues", "White Lines" e "Mice and Trash Cans" entram em cena em seu repertório.

 

Por meio da turnê LOWA e de seu álbum homônimo, a banda incendeia em suas canções a força invisível e misteriosa das religiões ancestrais – com ênfase na africana e nas entidades do vodu [as "loas/lwa"]. Isto, ao promover a combustão com sua própria atmosfera "low". Na bagagem, o grupo já contabiliza a abertura de shows de bandas como a alemã Kadavar e da norte-americana Radio Moscow.

 

"Se as 'loas' são consideradas 'entidades sem face que regem as energias do mundo' e que adquirem a forma humana, bem como a intenção que seu adorador deseja, a Disaster Cities faz da sua arte a conexão plural das boas influências musicais e, até mesmo, literárias – como 1984, do autor George Orwell. No Overdrive Festival, o público poderá conferir ao vivo, pela primeira vez em Mato Grosso, o som dos caras. Será sensacional", comenta Daniel Scaravelli, músico e produtor cultural da Container Produções.

 

No dia 25 de maio, o evento ainda contará com shows dos grupos Dead Fish, Mutare e Ponto Seis. As portas do Malcom estarão abertas a partir das 20h e os shows estão previstos para às 22h. O evento conta com a assinatura rock'n'roll da Container Produções e do Grupo Malcom.


ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News