Parabéns bancários pelo seu dia



Na data de 28 de agosto é comemorado o Dia do Bancário. É um dia para comemoração, mas também de reflexão para essa importante categoria.

A história registra que no ano de 1951, os bancários da cidade de São Paulo buscaram negociar com os banqueiros um reajuste salarial de 40%, o estabelecimento do adicional por tempo de serviço e piso salarial mínimo profissional para a categoria.

Nas negociações daquele ano, os bancários buscaram sensibilizar os patrões para atender suas justas reivindicações. A categoria realizou paralisações de alguns minutos entre 12 de julho e 2 de agosto, mas não teve sucesso. Diante da intransigência dos banqueiros, no dia 28 de agosto de 1951, os bancários decidiram realizar uma assembleia no então cine Odeon, na cidade de São Paulo, onde deflagraram uma histórica greve que teve a duração de 69 dias.

A luta dos bancários paulistas se espalhou por todo o território nacional com a adesão dos seus colegas em vários estados brasileiros. Ao final dos 69 dias de greve, conseguiram um reajuste de salarial de 31% e melhores condições de trabalho. Uma grande vitória da união dos bancários.

O fato lamentável é que nesta greve os bancários foram duramente reprimidos, alguns presos e espancados. A volta ao trabalho não foi fácil. Muitos bancários foram demitidos. Mas valeu a pena! Além de resultar em conquistas para a categoria, ajudou a derrubar a lei antigreve do então governo do presidente Eurico Gaspar Dutra.

A data de 28 de agosto, como o Dia Nacional do Bancário, foi deliberada no 4° Congresso Nacional dos Bancários, em 1952, como reconhecimento da luta dos bancários paulistas. O Dia foi instituído oficialmente no calendário brasileiro, através da Lei nº 4.368, de julho de 1964.

Em nosso estado, a organização da categoria teve início no dia 30 de janeiro de 1953 com a criação da Associação dos Bancários no Mato Grosso, dando assim início à luta para modificar a realidade de exploração a que os bancários eram submetidos, tendo que cumprir uma jornada diária de 10 horas.

Para garantir a legitimidade da representação da classe, no dia 27 de outubro de 1962, em Assembleia Extraordinária realizada no Palácio da Instrução, foi fundado o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários no Estado de Mato Grosso – o SEEB/MT.

A atual sede do Sindicato dos Bancários, que funciona na Rua Barão de Melgaço, foi construída em terreno doado pela Prefeitura de Cuiabá, na gestão do então prefeito Vicente Emílio Vuolo, no dia 28 de abril de 1964, com a aprovação unânime dos vereadores da legislatura da época.

No dia 13 de março de 1963, o então presidente da entidade, Djalma Valladares de Figueiredo, fez um pedido de reconhecimento do sindicato como órgão representativo da categoria no Estado junto ao Ministério do Trabalho. A entidade recebeu a Carta de Reconhecimento no dia 15 de junho de 1963, ano em que a entidade contava com 1.151 bancários associados, sendo 260 que trabalhavam nas agências bancárias de Cuiabá e 891 em municípios do interior.

Neste ano de 2017, o Sindicato dos Bancários no Estado de Mato Grosso completa 64 anos de fundação. É uma entidade sindical que se tornou reconhecida pela defesa dos interesses não só dos bancários, mas de todos os trabalhadores e trabalhadoras.

Portanto, não só neste 28 de agosto, em que se comemora o Dia do Bancário, mas também em todos o demais dias do ano, devemos homenagear e reconhecer a história de luta dessa valorosa categoria, que indubitavelmente merece o reconhecimento do povo cuiabano.

Dilemário Alencar, é vereador por Cuiabá e ex-presidente do
Sindicato dos Bancários em Mato Grosso (1992/1998)