Notícias » Saúde e Vida » Ministério da Saúde discute retomada da obra do Centro de Nefrologia de Mato Grosso

CENTRO DE NEFROLOGIA

03/07/2015 - 08:50:33
Redação 24 Horas News

Ministério da Saúde discute retomada da obra do Centro de Nefrologia de Mato Grosso

Representantes do Fundo Nacional de Saúde, órgão vinculado ao Ministério da Saúde (MS), estiveram em Cuiabá esta semana para negociar a retomada e finalização do Centro de Nefrologia, cuja construção foi paralisada em 2007

Ministério da Saúde discute retomada da obra do Centro de Nefrologia de Mato Grosso

Representantes do Fundo Nacional de Saúde, órgão vinculado ao Ministério da Saúde (MS), estiveram em Cuiabá esta semana para negociar a retomada e finalização do Centro de Nefrologia, cuja construção foi paralisada em 2007. O projeto foi executado através de um convênio assinado pelo Ministério e pelo Governo do Estado de Mato Grosso nas dependências do Hospital Universitário Júlio Müller (HUJM-UFMT), que não tem gerência sobre a obra. Entretanto, a atual gestão do Júlio Müller está preparando um projeto com uma nova proposta assistencial para o prédio, atendendo as atuais necessidades da população.

 

A ideia discutida e aprovada pela Secretaria de Saúde do Estado é transformar o prédio em um Hospital Dia para atender pacientes de cirurgias eletivas com curto período de internação ou que permita alta no próprio dia da cirurgia. Com o auxílio da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), que administra o HUJM, o novo projeto básico do espaço deve ser concluído até agosto.

 

O superintendente do HUJM, Francisco Dutra Souto, acredita que essa obra é um dos maiores problemas do Júlio Müller hoje. "Ela interfere com a mobilidade dos colaboradores e dos usuários, atrapalha os serviços e tem muito tempo parada, caracterizando-se como um constrangimento para o poder público em uma região com tanta carência. No entanto, estamos unidos à vontade do MS em resolver o problema. De modo que acreditamos que a história dessa obra mude e tenha um final feliz", frisa o superintendente.

 

Para viabilizar a conclusão do prédio, a primeira etapa da ação caberá ao MS e ao Governo do Estado, responsáveis por sanear o convênio assinado em 2003. Será preciso analisar os valores repassados e o que efetivamente foi executado da obra. Todo esse processo foi discutido durante uma reunião ampliada que foi realizada na terça-feira, dia 30, com a presença do secretário Estadual de Saúde (SES), Marco Aurélio Bertúlio, e de gestores dos órgãos federais – Fundo Nacional de Saúde do MS, Ebserh, Universidade Federal de Mato Grosso, Hospital Júlio Müller; além dos representantes de órgãos de controle - o Ministério Público Federal (MPF) e o Tribunal de Contas da União (TCU).

 

Antes de retornar à Brasília, na manhã de quarta-feira (1º de julho), o coordenador Geral de Acompanhamento de Investimentos e Análise de Prestação de Contas do FNS, André Luíz Alves Silveira Martins, e o coordenador de Acompanhamento de Investimentos do Fundo, Thiago Rodrigues Santos, conheceram a obra paralisada. A visita foi acompanhada pela Coordenadora de Infraestrutura Física e Tecnológica da Ebserh, Regina Maria Barcellos, e pelos gestores do HUJM: o Superintendente Francisco Dutra Souto e o Gerente Administrativo Cassiano Falleiros e o Chefe de Divisão de Logística e Infraestrutura Hospitalar, Paulo Ambrósio.

 

Na primeira reunião ocorrida na Secretaria Estadual de Saúde, participaram da discussão realizada na SES, além dos gestores já citados: o Vice-reitor da UFMT, João Carlos de Souza Maia, a Pró-reitora de Planejamento da Universidade Professora Elisabeth Mendonça; Ana Elisa Monteiro Britta e Salvador José Leite, ambos da Divisão de Convênios do Núcleo Estadual (Dicon/MT) do MS. Pelos órgãos de controle participaram da reunião o procurador da República Marco Antônio Barbosa e o diretor da 2ª Diretoria Técnica da Secretaria de Controle Externo do TCU/MT, Alexandre Giraux. 

COMENTÁRIOS ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do 24 Horas News